Tabela Periódica para Consulta

A tabela periódica é usada com frequência por estudantes e profissionais que trabalham na área química. No entanto, nem todo mundo sabe o que ela é, como surgiu e para que serve.

Trata-se de uma tabela que lista, através de esquemas de classificação, todos os elementos químicos já encontrados. Ela agrupa elementos que têm propriedades físicas e químicas semelhantes, facilitando a previsão do comportamento de moléculas, átomos, eletronegatividade, ionização, dentre outros processos.

Tabela Periódica para Consultar

Clique para ver maior!

Além disso, a tabela periódica também serve para indicar ao estudante ou profissional da área a massa atômica dos elementos, bem como seu número atômico e distribuição eletrônica de átomos, facilitando análises e o entendimento do comportamento de cada elemento em diferentes situações.

A atual tabela periódica agrupa elementos químicos por famílias, também chamadas de períodos. Hoje, ela é composta por oito famílias: Metais Alcalinos, Metais Alcalino-terrosos, Boro, Carbono, Nitrogênio, Calcogênios, Halogênios e Gases Nobres.

O desenvolvimento da tabela periódica só foi possível com a descoberta abundante de elementos químicos. O primeiro a ser encontrado foi o fósforo, no ano de 1669, pelo alquimista Henning Brand.

Nos anos seguintes, outros elementos foram descobertos e o esboço do que viria a ser a primeira tabela periódica foi feito por John Dalton, no século XIX, que listou todos os elementos químicos que tinham suas massas atômicas conhecidas.

Em 1829, Johann Wolfgang Döberiner agrupou os elementos químicos descobertos até então em tríades, separando-os por massas atômicas e propriedades semelhantes. O único problema era que vários elementos, principalmente os metais, não podiam ser agrupados nessas tríades da tabela periódica da época.

Somente em 1869 a tabela periódica chegou ao formato semelhante ao de hoje, que foi criado pelo russo Dmitri Ivanovich Mendeleiev. A grande diferença da tabela de Mendeleiev era a listagem de todos os elementos químicos encontrados até então, exibindo suas semelhanças de forma mais objetiva e de fácil interpretação. Por esse feito, Mendeleiev recebeu o Prêmio Nobel em 1906.

A tabela periódica manteve-se como idealizada por Mendeleiev durante anos. Somente na década de 1950 ela foi atualizada, quando Glenn Seaborg descobriu o plutônio e os transurânicos, época em que a tabela periódica foi reformulada para agregar os novos elementos químicos.

 

Comente agora!

Deixe seu comentário

Escreva seu comentário